27 agosto 2011

Capitulo 2

Carolina acorda com o sol a bater-lhe na cara, levanta-se e vai tomar banho. Quando sai do banho, veste-se e desde para tomar o pequeno almoço. Quando chaga à cozinha, vê um papel no frigorífico que diz:
" Já saímos, tens o almoço no forno. Nós voltamos cedo, vai dar uma volta! Beijinhos, mãe e pai."
Pousa o papel na bancada, e vai fazer os cereais. Quando acaba de comer, pega na máquina fotográfica e sai para a rua. Carolina começa a andar em direcção a um sitio cheio de árvores e flores, quando de repente pará porque vê uma rapaz sentado na relva ao longe. 
<< Quem é que será aquele rapaz? Está a tocar guitarra, bem secalhar vou-me aproximar mais para ver melhor>> - pensa Carolina.
Então ela aproxima-se mais do rapaz sem ele se aperceber, e mete-se atrás de uma árvore a ouvi-lo tocar e cantar. Estava a tocar a música U smile do Justin Bieber. Carolina estava encantada, não sou com a voz dele, mas também com a sua beleza, achava que nunca tinha visto um rapaz tão bonito...
<< Meu deus! É tão bonito e canta mesmo bem! Secalhar devida de ir lá falar com ele. Não é melhor não Carolina vai-te mas é embora...>>  
De repente, escorrega nas raizes da árvore e cai.
- Ai! - grita ela.
O rapaz pára de tocar quando ouve o grito, e vê-a ali deitada no chão. Vai a correr ter com ela e diz:
- Estás bem? Magoaste-te? Queres ajuda?
- Estou, também quem é que me manda andar a espreitar atrás das árvores?! - diz ela, que logo de seguida apercebe-se que não devia ter dito aquilo.
O rapaz ri-se  e diz:
- Eu sou o Filipe, e tu és? 
- Carolina.- sorri.
- Uau, tens um sorriso lindo sabias? - Carolina corou e ele ao aperceber-se sorri.
- Não sabia que havia aqui mais gente. Afinal não sou a única que aqui está. - diz ela.
- Eu também pensava que estava aqui sozinho...
Sorriem os dois.
- Então queres ir dar uma passeio comigo? - pergunta-lhe.
- Sim, gostava muito. - sentiu que estava a corar e sorriu.
- Fixe, então vamos.
Começaram a andar por aqueles caminhos estreitos, direitos à floresta. Ficou um silêncio um pouco constrangedor durante uns minutos, até que Filipe fala:
- Então fala-me sobre ti...
- O que queres saber?
- Do que gostas e coisas assim...
- Hmmm, olha gosto de fotografia e animais e tu? - diz ela esboçando um sorriso.
- Eu gosto de tocar e cantar, como já deves ter percebido, e gosto de andar por ai a passear... Ondes vives? Não é aqui, pois não?
- Não não, eu vivo em Almada e tu? - responde-lhe, olhando-o nos olhos.
- Eu moro em Setúbal. - diz já com uma cara triste.
- O que foi? Não gostas de lá morar? - pergunta ela, preocupada.
- Gosto, mas gostava de viver ao pé de ti... - quando ele disse isto, Carolina corou, olhou para o relógio e disse:
- Tenho que me ir embora! Desculpa, os meus pais já devem ter chegado.
- Tens mesmo que ir? Estava a gostar tanto de estar contigo... - disse, algo triste.
- Tem que ser... mas amanhã podemos nos encontrar outra vez, se quiseres, como não tenho mesmo nada para fazer. - disse Carolina sorrindo.
- Claro que quero! Bem deixa-me ao menos levantar-te a casa.
- Está bem.
Foram o caminho todo a conversar, a conhecerem-se melhor. Quando chegaram, Carolina disse:
- Bem, já chegamos.
- É esta a tua casa? - pergunta Filipe.
- Sim, porquê?
- A minha é aquela ali em baixo, não sei como é que nunca nos cruzamos. - sorri.
- Pois.
- Então amanhã venho-te cá buscar de manhã, ok? Quero te mostrar um sitio. 
- Ok, então ate amanhã.
- Até amanhã. - ao dizer isto, dá-lhe uma beijo na testa e vai-se embora.
Carolina fica a olhar para ele, a pensar se aquilo era real...


É o Filipe a despedir-se da Carolina

2 comentários:

- Helenaa (: disse...

gostei muito (:
quando continuas ?

Catt´s disse...

Adoro *.*
Quando postas mais ???
;b